Diocese se pronuncia sobre o caso do padre que afirmou que vacinas eram produzidas com fetos abortados

Imagem: print de vídeo

A Diocese de Tubarão, através de nota assinada pelo Bispo Dom João Francisco Salm, comentou pela primeira vez o episódio ocorrido no último domingo, dia 24 de janeiro, onde o padre de Pedras Grandes, Claudemir Serafim, disse aos fiéis que a vacina contra o novo coronavírus era produzida com fetos abortados.

De acordo com o documento, o pároco foi "repreendido e exortado a corrigir suas declarações e atitudes". Além disso, a Diocese recomendou que toda a igreja acolha a vacina "com a maior boa vontade e que se motivem as pessoas para isso". Salientou também que "Ninguém está autorizado a passar ao povo, em nome da igreja, orientações diferentes, nem mesmo que seja um padre".

Clique aqui para ver o vídeo.