Padre da região desinforma e afirma que vacinas contra Covid-19 são produzidas com fetos abortados

Imagem: print de vídeo

O que era para ser mais um encontro religioso, acabou virando episódio de desinformação. No último domingo, dia 24 de janeiro, o padre da igreja de Pedras Grandes, Claudemir Serafim, afirmou aos fiéis que a vacina contra a Covid-19 era produzida com fetos abortados. Além disso, sugeriu que a “salvação” não está na vacina, pois o vírus “não é católico, porque odeia nosso senhor e tem fechado igrejas”.

Relatos nas redes sociais apontam que após a celebração realizada pelo padre, idosos estão relutantes em tomar a dose imunizante, por acreditar nas palavras do religioso.

O Portal Infosul entrou em contato com a comunicação da igreja, que disse estar apurando os fatos. Nenhum posicionamento por parte da igreja – ou do padre – foi emitido até a publicação desta matéria.