Funcionários do Banco do Brasil podem entrar em greve contra o fechamento de agências

Foto: reprodução

Na quarta-feira, dia 10 de fevereiro, as agências do Banco do Brasil das cidades de Laguna, Imbituba e Imaruí deverão ficar sem atendimento ao público. Isso porque, segundo o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Laguna (Seeb Laguna), uma Assembleia será realizada no final do dia desta terça-feira, 09, para definir se a categoria vai ou não aderir ao movimento nacional, que tem como objetivo uma paralização coletiva em resposta à medida anunciada pela direção nacional do Banco do Brasil de fechar 361 unidades, 112 agências, 242 postos de atendimento e sete escritórios.

“Aqui na nossa região, nós não teremos fechamento de agências, mas a medida vai atingir os funcionários das agências do Banco do Brasil [nas três cidades] com a transferência compulsória e desgratificação do pessoal que exerce a função de caixa, isso com certeza vai contribuir para piorar o já deficiente atendimento ao público efetuado pelo BB”, aponta o presidente do sindicato, Luiz Francisco Cardoso.

Na Amurel, duas cidades devem sofrer com a reestruturação – e consequente privatização – do Banco do Brasil. Em Tubarão, o posto de atendimento do bairro, que até o ano de 2016 era uma agência bancária, deverá ser desativado. Já na cidade de Armazém, a agência do município será rebaixada a posto de atendimento.