Sábado, 22 de Junho de 2024
JORNALISMO COM
RESPONSABILIDADE
Layer 2
This is an empty menu. Please make sure your menu has items.

Tubarão: vereadores aprovam Redação Final da lei que proíbe o uso de linguagem neutra nas escolas

Agora, a proposta será analisada pelo prefeito Jairo Cascaes (PSD). Ele decidirá se o texto deve ou não ser sancionado.
infosul

20 de maio de 2024

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Arte: reprodução | Internet

Nos próximos dias, o prefeito Jairo Cascaes (PSD) terá que decidir se o projeto de lei que proíbe o uso da linguagem neutra nas instituições de ensino de Tubarão deve ou não ser sancionado.

A proposta, apresentada pelo vereador Nilton de Campos (PL) já tramitou na Casa Legislativa e teve sua Redação Final aprovada pela maioria dos parlamentares nesta segunda-feira, dia 20 de maio.

O texto ainda prevê a proibição da referida linguagem em documentos oficiais da Administração Pública, editais de concursos públicos, e ações culturais, esportivas, sociais e publicitárias custeadas pelo município de Tubarão.

A linguagem neutra consiste na substituição das vogais “a” e “o” pela letra “e” nos pronomes de tratamento.

Entretanto, para o vereador Nilton de Campos (PL), autor da proposta, o uso do dialeto não binário vai contra as diretrizes curriculares nacionais e ao vocabulário ortográfico da língua portuguesa.

Participe do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IXhqnkE5fa30TJd1Yu8IW7

Nos acompanhe também nas redes sociais: Instagram | Twitter | Facebook

Notícias Relacionadas

Colunistas

Caio
Caio Maximiano
Esporte
Marcele Bressane
Marcela Bressane
Psicologia
Luiz Henrique
Luiz Henrique
Astrologia
Luciellen Lima
Luciellen Lima
Inclusão

Tubarão: vereadores aprovam Redação Final da lei que proíbe o uso de linguagem neutra nas escolas

Agora, a proposta será analisada pelo prefeito Jairo Cascaes (PSD). Ele decidirá se o texto deve ou não ser sancionado.
infosul

20 de maio de 2024

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Arte: reprodução | Internet

Nos próximos dias, o prefeito Jairo Cascaes (PSD) terá que decidir se o projeto de lei que proíbe o uso da linguagem neutra nas instituições de ensino de Tubarão deve ou não ser sancionado.

A proposta, apresentada pelo vereador Nilton de Campos (PL) já tramitou na Casa Legislativa e teve sua Redação Final aprovada pela maioria dos parlamentares nesta segunda-feira, dia 20 de maio.

O texto ainda prevê a proibição da referida linguagem em documentos oficiais da Administração Pública, editais de concursos públicos, e ações culturais, esportivas, sociais e publicitárias custeadas pelo município de Tubarão.

A linguagem neutra consiste na substituição das vogais “a” e “o” pela letra “e” nos pronomes de tratamento.

Entretanto, para o vereador Nilton de Campos (PL), autor da proposta, o uso do dialeto não binário vai contra as diretrizes curriculares nacionais e ao vocabulário ortográfico da língua portuguesa.

Participe do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IXhqnkE5fa30TJd1Yu8IW7

Nos acompanhe também nas redes sociais: Instagram | Twitter | Facebook