Tubarão perde para o NEC e encerra Copa Santa Catarina sem pontuar

Foto: William Lampert | CA Tubarão Foto: William Lampert | CA Tubarão

A participação do Tubarão na Copa Santa Catarina teve fim nesta quarta-feira (27). A equipe da Cidade Azul viajou até São João Batista e foi derrotada por 2 a 0 pelo Navegantes no Estádio Valério Gomes Neto. Ramon e João de Deus marcaram os gols da vitória do NEC. O Tubarão entrou em campo apenas cumprindo tabela, já que a eliminação havia sido sacramentada na rodada anterior. O Navegantes tinha chances de classificação e fez sua parte. Dependia de um tropeço do Juventus, o que não aconteceu. Adversários hoje, Tubarão e Navegantes estão eliminados da Copa Santa Catarina 2020.

Campeão em 2017, o Tubarão se despede desta edição da Copa Santa Catarina na lanterna da competição com 5 derrotas em 5 jogos, apenas 3 gols marcados e 12 gols sofridos. Marcílio Dias, Juventus, Concórdia e Joinville avançam para a próxima fase e seguem na luta por uma vaga na Copa do Brasil deste ano.

A temporada 2020 foi desastrosa para a equipe da Vila Oficinas. Lanterna e rebaixado no Catarinense, vice-lanterna do grupo A8 da Série D, e por fim, lanterna da Copa Santa Catarina sem somar um ponto sequer. O próximo compromisso da equipe é a Série B do Catarinense. O início da competição está marcado para o dia 30 de maio. O Peixe não disputa a segundona catarinense desde 2016.

FICHA TÉCNICA - NAVEGANTES 2x0 TUBARÃO

Copa Santa Catarina 2020 - 5ª rodada

Estádio: Valério Gomes Neto
Data e hora: 27/01/2020 - 15 horas
Árbitro: Diego da Costa Cidral
Auxiliares: Hector Andrew Lisboa e Antônio Lourival da Luz
Público/renda: jogo com portões fechados
Cartões amarelos: Wesley (CAT) e Guilherme (CAT)
Cartões vermelhos: sem ocorrências

GOLS: 
Navegantes: Ramon (38'/2T) e João de Deus (43'/2T)

NAVEGANTES: Edson, João Vitor, Gilmar (Matheus), Paulo Menezes e Sami (Arruda); Caio César, João de Deus, Bruno Meurer e Douglas (Ramon); Willian e Danilo (Kelvin). Técnico: Glaucio Rodrigues

TUBARÃO: Rodrigo, Wesley, Guilherme, Eduardo e Ian Abreu (Hyago); Paulinho, Vico e Kadu (Guilherme Alexandre); Kassio Nathan, Matheus Mazia (Ezequiel) e Régis (Cryzan). Técnico: Isaque Pereira