Sábado, 20 de Julho de 2024
JORNALISMO COM
RESPONSABILIDADE
Layer 2
This is an empty menu. Please make sure your menu has items.

Suspeito de matar taxista em Jaguaruna morre em confronto com a polícia

Contra ele, já existia um mandado de prisão aberto por ter cometido feminicídio em Criciúma.
infosul

21 de junho de 2024

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Um homem suspeito de participar do assassinato do taxista João Vieira da Silva, de 64 anos, em Jaguaruna, no último final de semana, morreu nesta quarta-feira, dia 19, durante confronto com a polícia de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz atirou contra os agentes de segurança e foi morto. O pai dele, que estava no local, também morreu. Dias antes, na segunda-feira, 17, o irmão havia sido preso.

O rapaz tinha um mandado de prisão expedido por ter cometido um feminicídio em Criciúma. A vítima, de 35 anos, foi morta com mais de 80 facadas.

Participe do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IXhqnkE5fa30TJd1Yu8IW7

Nos acompanhe também nas redes sociais: Instagram | Twitter | Facebook

Notícias Relacionadas

Colunistas

Luiz Henrique
Luiz Henrique
Astrologia
Marcele Bressane
Marcela Bressane
Psicologia
Caio
Caio Maximiano
Esporte
Luciellen Lima
Luciellen Lima
Inclusão

Suspeito de matar taxista em Jaguaruna morre em confronto com a polícia

Contra ele, já existia um mandado de prisão aberto por ter cometido feminicídio em Criciúma.
infosul

21 de junho de 2024

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

Um homem suspeito de participar do assassinato do taxista João Vieira da Silva, de 64 anos, em Jaguaruna, no último final de semana, morreu nesta quarta-feira, dia 19, durante confronto com a polícia de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

De acordo com a Polícia Militar, o rapaz atirou contra os agentes de segurança e foi morto. O pai dele, que estava no local, também morreu. Dias antes, na segunda-feira, 17, o irmão havia sido preso.

O rapaz tinha um mandado de prisão expedido por ter cometido um feminicídio em Criciúma. A vítima, de 35 anos, foi morta com mais de 80 facadas.

Participe do nosso grupo de WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/IXhqnkE5fa30TJd1Yu8IW7

Nos acompanhe também nas redes sociais: Instagram | Twitter | Facebook