Setor artístico-cultural de Tubarão pode solicitar auxilio por meio do Bolsa Cultura

Foto: Divulgação PMT

O Bolsa Cultura, que oferece apoio financeiro e educacional destinado a professores especializados em determinadas áreas artísticas culturais, jovens talentos e crianças, já está em vigor em Tubarão. A lei que cria o programa foi sancionada pelo prefeito Joares Ponticelli. O benefício, semelhante ao Bolsa Atleta e Bolsa Técnico, tem como foco as modalidades artísticas do teatro, vocal, instrumentação musical e dança.

A proposta do Bolsa Cultura é fortalecer o meio artístico-cultural e valorizar o educador dessa área e também as crianças que representem o município nesse segmento. A iniciativa prevê três tipos de financiamento: nível 1 para educadores, nível 2 jovens talentos e nível 3 crianças das comunidades interessadas no ramo artístico-cultural.

O Bolsa Cultura será concedido através de um processo seletivo no qual os interessados precisam cumprir uma série de exigências. Para o nível 3, as crianças precisam fazer parte do CadÚnico, serem residentes em Tubarão há no mínimo dois anos e que participem há pelo menos um ano das oficinas culturais oferecidas pela prefeitura.

Todos os trâmites de credenciamento, concessão, acompanhamento e outros assuntos relacionados ao programa ficarão a cargo de uma comissão especial de monitoramento e avaliação do Bolsa Cultura. A comissão a ser formada terá a presença de cinco membros, entre eles o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, diretor, coordenador ou chefe de Divisão da Fundação Municipal de Cultura, um servidor efetivo da prefeitura e dois membros do Conselho Municipal de Cultura.

Clique Aqui e siga o perfil do Portal Infosul no Instagram.

Participe do grupo de WhatsApp do Portal Infosul e fique sempre atualizado do que acontece na região: https://chat.whatsapp.com/EhO3X1Z07wbEQ28ZrgkXvs