Porto de Imbituba será privatizado e ações trabalhistas deverão ser englobadas em novo contrato

Foto: divulgação

O novo presidente da Santa Catarina Parcerias (SCPAR), Ricardo Moritz, confirmou nesta quarta-feira, dia 3 de fevereiro, que os portos de Imbituba e São Francisco do Sul serão privatizados. Atualmente, as unidades pertencem ao Governo Federal, mas são administrados por concessão. Esse processo de desestatização deve levar entre dois e quatro anos.

"Queremos que esse processo de privatização seja o mais transparente possível. O prefeito Rosenvaldo chegou a citar o caso das famílias de Imbituba que estão com problemas relacionados à Companhia Docas. Se isso já aconteceu no passado, como poderemos evitar no futuro? Esses pontos podem ser explorados dentro do contrato de concessão que será firmado com o agente privado vencedor do processo licitatório", esclareceu o presidente.

A extinção da SCPAR foi oficialmente comunicada ao prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Junior, durante a tarde desta quarta-feira. O novo gestor portuário, Ricardo Moritz, foi até o gabinete do administrador público acompanhado do Tenente-coronel Jamazi Alfredo Ziegler, para formalizar a decisão do Estado.