Marcele Bressane: Os 7 pecados capitais do começo do ano

Foto: reprodução

Uma coisa tenho certeza: você já cometeu pelo menos um pecado capital neste ano de 2021. Estamos só a dezenove dias do começo deste ano e muitos pecados já foram feitos. Mas ok, ninguém irá te culpar de nada. É necessário que tenhamos alguns pecadinhos na nossa vida, mas com equilíbrio. Bora conhecer e fazer a nossa listinha?

O primeiro e mais famoso: a gula! Quem não falou que este ano iria iniciar uma dieta ou parar de comer taaanto chocolate? E quem já cumpriu a promessa? Não tem jeito, quando a gula vem, nenhuma promessa é lembrada. Mas sabem quem é a melhor amiga da gula? A ansiedade. A que faz tu pensar muito no futuro e esquecer da dieta do presente.

O segundo pecado é a inveja. Aaaaah, dizem que a inveja é doce. Mas não é não, pelo menos na boca de quem está sentido. Quem não sentiu inveja daquela postagem de alguém na praia em plena quarta-feira? Ou não sentiu inveja do vizinho que conseguiu reformar a casa nas férias? E a inveja é amiguíssima da autoestima. Pois quando estamos nos sentindo mal conosco, a inveja sempre vem!

O terceiro pecado é a avareza. A calcinha amarela foi usada por milhares de pessoas. Todos querendo que 2021 seja farto em dinheiro!!! E seu amigo é a não persistência nos projetos profissionais e dessa forma perdemos grandes chances de encher nossos bolsos.

O quarto pecado é a luxúria. Muitos por aí ostentaram nos looks da virada do ano (mesmo ficando em casa) ou gastaram muuuuuuito nas férias. Fizeram luxos que as vezes nem cabiam no próprio orçamento. Vish! E seu cúmplice é a desorganização.

O quinto pecado é preguiça! Oxi, preguiça nem deveria ser pecado, não? Mas dependendo da preguiça, é sim, senhor. E em praia o que mais temos é preguiça, né? Preguiça de passar um protetor solar e pega aquela insolação. Preguiça de começar as metas de 2021. E a preguiça tem um chamego com a falta de vontade de fazer as coisas, com o desanimo e a falta de prioridades em nossa vida.

O sexto pecado é a ira! Quem já discutiu esse ano, levanta a mão. Os planos não funcionaram ou algo deu errado, a ira já vai lá no alto. Um dia que estavas combinando de ir passear e choveu, a raiva cresce. E a raiva é best da falta de resiliência, do movimento de mudança que é tão necessário na sua vida.

E o último pecado é a soberba. E sabe aquela briga que tivesse e não pedisse desculpas? Ta aí a soberba berrando. Ou aquele churrasco que fizeste e se achasse o tal e nem falasse dos amigos que te ajudaram? Eita. A soberba é inimiga da empatia, de olhar para os outros.

Fizeste sua listinha? Quais deles você já fez? Mas o que quero que você perceba são as amiguinhas dos pecados capitais, que é ali que as suas metas para o ano precisam estar. Assim, torço que sejas mais persistente, organizado, animado com a sua vida, empático e resiliente. Que possas dar um chega para lá na ansiedade e ter a autoestima lá no alto. São meus profundos sentimentos para você.