Luanderson é apresentado oficialmente e quer ‘fazer história’ pelo Hercílio

Foto: Patrícia Amorim | Assessoria HL Foto: Patrícia Amorim | Assessoria HL

Na tarde desta quinta-feira (28), o volante Luanderson, ex-América (RN), foi apresentado oficialmente como o novo reforço do Hercílio Luz para a temporada 2021. O jogador de 31 anos já está inserido ao grupo de atletas e participa normalmente das atividades comandadas pelo técnico Marcelo Caranhato.

Em entrevista coletiva, Luanderson se define como um atleta dedicado e afirma que chega ao Leão do Sul com muita vontade de conquistar os objetivos do clube no Catarinense: "Chego aos clubes com muita dedicação, sempre querendo vencer. Onde eu passei, deixei meu nome marcado. Gosto de fazer história e aqui não vai ser diferente. Vim em busca de coisas boas, vitórias, desejos. Tenho certeza que em 2021, junto com o Leão, vou conseguir coisas boas".

O currículo de Luanderson ao longo de sua carreira lhe coloca como uma das principais contratações do Hercílio para a temporada. Ele acumula passagens por Alcanenense (Portugal) e Bnei Sakhnin (Israel) e comenta sobre essas duas experiências internacionais: "Tive uma experiência muito boa em Portugal, não foi muito tempo, mas foi uma experiência boa. Aprendi taticamente. O futebol lá é completamente diferente. Em Israel, foi uma experiência curta e não muito boa. Serviu como experiência de vida".

Assim como Renato Henrique, apresentado no início da semana, Luanderson destaca o "projeto" apresentado pelo Hercílio Luz como o motivo que lhe seduziu à aceitar a proposta do clube: "O que me motivou mais foi o projeto do clube. Quando me ligaram não tive dúvida nenhuma para aceitar. Quando me apresentaram o projeto, aceitei porque quero conseguir conseguir coisas boas junto com o clube".

Experiente no futebol catarinense, com passagens por Barra, Marcílio Dias e Avaí, o volante destaca o Campeonato Catarinense como um dos três melhores do país. Ele também comenta sua passagens pelos demais clubes: "O futebol catarinense está entre os 3 melhores, junto com o Paulista e o Carioca. A visibilidade para os jogadores é muito importante. Já tive oportunidade de jogar vários Catarinenses e sei como é díficil, mas com um grupo forte e focado, vamos conseguir coisas boas dentro da competição".

Luanderson se coloca à disposição de Caranhato para atuar em outros setores, um pouco mais atrás e até mesmo para ajudar na frente, porém, frisa que sua principal posição é como volante: "Tenho qualidade pra atuar em outras posições, mas prefiro atuar como volante. A gente tenta ajudar atrás, mas quando surge alguma oportunidade tem que fazer lá na frente também. Procuro fazer minha parte, já que eu fazendo a minha parte, todo o grupo vai fazer também".

A disputa pelas camisas 5 e 8 do Leão do Sul será 'quente'. Três bom jogadores chegaram ao clube, Além do próprio Luanderson, Andrei Alba e Ruan também são opções para o setor. Luanderson afirma que a disputa será sadia e deixa a 'dor de cabeça' para o professor Marcelo Caranhato: "Conheço eles sim por já ter atuado contra. Uma disputa sadia. Todo mundo vai brigar pelo seu espaço. Quem tiver atuando ou não, vai estar torcendo da mesma forma. Isso é importante para o grupo, e principalmente para o treinador, que tem boas opções".

Recém-promovido à Série A, a permanência na primeira divisão é o grande objetivo do Leão do Sul nesta temporada. Ficar entre os 8 e conseguir uma vaga na Série D em 2022 é o grande sonho do clube. Luanderson comenta sobre e projeta o Campeonato Catarinense do Hercílio Luz: "A permanência é um dos objetivos, mas vamos buscar coisas maiores dentro da competição. O clube está montando um bom grupo, temos que confiar e acreditar em nós mesmos. Sabemos do nosso potencial e sabemos do objetivo de cada um. Conversamos dentro do vestiário, que além da permanência, queremos algo a mais".