Imbitubense Jorginho conquista a Eurocopa pela Seleção Italiana

Foto: Divulgação
A cidade de Imbituba está em festa. Jorge Luiz Frello Filho, o Jorginho, conquistou o título da Eurocopa neste domingo, em Wembley. Titular em todas as partidas da Seleção Italiana, o imbitubense foi peça-chave na competição e ajudou a Azzura a encerrar um jejum de 53 anos sem conquistar a Europa. Após a disputa por pênaltis, o camisa 8 da Itália não segurou a emoção e foi às lágrimas em meio à comemoração com os companheiros.
 

A 'quase lesão' e o 'quase cartão vermelho' assustaram os torcedores brasileiros e italianos, mas a temporada 2020/21 do volante ítalo-brasileiro foi coroada na tarde de hoje com mais um título europeu. Após conquistar a Champions League pelo Chelsea em maio, Jorginho volta a conquistar o Velho Continente, desta vez com a camisa da Seleção da Itália. Dominando o meio-campo do futebol europeu, o filho da Dona Maria Tereza e do Seu Jorge Frello, que saiu do bairro Vila Nova ainda na adolescência, mas que jamais esqueceu suas origens, pode vir à concorrer ao prêmio da Bola de Ouro nos próximos meses.

Ao todo, Jorginho disputou 55 jogos na temporada 2020/21. Após brilhar no futebol italiano com a camisa da Napoli, o imbitubense vem construindo sua história com outra camisa azul, a do Chelsea, da Inglaterra. Foram 8 gols marcados pelos Blues e um título conquistado. Pela Seleção Italiana, o camisa 8 se consolida como um dos grandes responsáveis pela volta por cima da Azzurra, que após ficar fora da Copa do Mundo da Rússia, conquista a UEFA Euro 2020 contra a Inglaterra, em pleno Estádio de Wembley.

Jorginho comemora o título da Eurocopa com os companheiros. Foto: Divulgação
O JOGO
 
Nos primeiros 45 minutos, a Inglaterra dominou a partida e conseguiu abrir o placar logo aos 2 minutos, com Luke Shaw, que surgiu entre os zagueiros para aproveitar o cruzamento de Kevin Trippier e estufar as redes de Gianluiggi Donnarumma. Aos 22 minutos, Jorginho sentiu o joelho e preocupou italianos e brasileiros que estavam na torcida pelo camisa 8 da Azzura. Ele precisou de atendimento médico, ficou de fora por alguns minutos e voltou normalmente para a partida. Sempre orientando os companheiros, Jorginho dominou a saída de bola da equipe italiana com bons passes. Na parte defensiva, também se garantiu com bons cortes e desarmes.
 

Com a vantagem no placar, a Inglaterra administrou o resultado até sofrer o gol de empate. Aos 22 minutos, o zagueiro Bonucci aproveitou o rebote da cabeçada na trave de Marco Verratti e deixou tudo igual em Wembley. Com diversas substituições, invasão de torcedor em campo e poucas chances nos minutos finais, a partida foi para a prorrogação.

Jorginho em disputa de bola com o capitão inglês Harry Kane. Foto: Divulgação
Na primeira etapa da prorrogação, poucas chances criadas, diferente da segunda, com chances lá e cá, mas que não alteraram o marcador. Já perto do fim do tempo extra, Jorginho quase foi expulso após entrada forte em Jack Grealish. O árbitro da partida puniu o camisa 8 com o cartão amarelo. Com o nervosismo tomando conta das duas seleções, o 1 a 1 não saiu do placar e a decisão da Eurocopa foi para os pênaltis.
 

Na decisão por pênaltis, Berardi iniciou convertendo para a Seleção Italiana. Pelo lado inglês, o capitão Harry Kane também deixou o dele. Belotti, segundo a cobrar pela Azzurri, parou nas mãos de Pickford. Harry Maguire (ING) e Bonucci (ITA) também foram às redes. Marcus Rashford, que havia entrado nos minutos finais da prorrogação, bateu mal e acertou a trave. Bernardeschi colocou à Itália na frente e Sancho, que também havia acabado de entrar, parou no goleiro italiano. O gol do título — assim como a classificação contra a Espanha — estava nos pés de Jorginho, que desperdiçou a cobrança após grande defesa de Jordan Pickford. O grito de campeão da Seleção Italiana veio logo na sequência. A Inglaterra tinha a chance de levar a disputa para as cobranças alternadas, mas Bukayo Saka chutou no canto esquerdo de Donnarumma, que defendeu, calou Wembley e encerrou um jejum de 53 anos da Itália sem conquistar a Eurocopa.

Comemoração da Seleção Italiana ao erguer o troféu da UEFA Euro 2020. Foto: Divulgação

Jorginho merece muito mais que um outdoor em Imbituba

Se na conquista da Champions, a Prefeitura de Imbituba homenageou Jorginho com um outdoor. Com o título da Eurocopa, o que vem por aí? Jorginho é o primeiro imbitubense bicampeão europeu e merece homenagens.

Santa Catarina e Imbituba muito bem representadas. Parabéns, Jorginho!

Jorginho sorri e segura o troféu da UEFA Euro 2020 no Wembley Stadium. Foto: Divulgação