História do extinto Aeroporto Anita Garibaldi está sendo transformada em livro

Foto: Arquivo Municipal de Tubarão

Muita gente sequer sabe, mas há 70 anos, no dia 21 de janeiro de 1951, Tubarão inaugurava o aeroporto municipal Anita Garibaldi. O empreendimento foi de grande importância no desenvolvimento da Cidade Azul nas décadas de 1950 a 1970.

A história do aeroporto que aproximou Tubarão de grandes centros urbanos, com a operação de empresas como Varig, Cruzeiro do Sul, TAC e Real, será transformada em livro. Os autores, serão o prefeito Joares Ponticelli e o relações públicas Ramires Linhares.

“O livro será um resgate histórico, não só da construção do aeroporto municipal, mas de tudo o que aconteceu nos céus da Cidade Azul, em termos de aviação, como as primeiras aeronaves que por aqui passaram, os primeiros campos de aviação, os pilotos, o aeroclube e até o Zeppelin”, destaca Ponticelli.

A expectativa é que o livro seja lançado ainda no primeiro semestre de 2021. “A parte final do livro, na qual estamos trabalhando agora, é montada com depoimentos de personagens que viveram alguma história relacionada com o aeroporto, ou mesmo, com a aviação em Tubarão. Quem tiver algo para contar é só nos procurar que teremos o maior prazer em ouvir e registrar em nossos escritos”, salienta Ramires.

A ideia do livro surgiu quando a Força Aérea Brasileira (FAB) solicitou um histórico do extinto aeroporto tubaronense, para viabilizar a doação de uma aeronave para a “Praça do Avião”, que está sendo construída no local onde funcionou o aeroporto, próximo da Arena Multiuso.