Hercílio Luz quer se tornar clube formador em 2022

Foto: Caio Maximiano | Portal Infosul

Desde a chegada dos investidores ao Aníbal Costa, o Hercílio Luz segue avançando no trabalho de profissionalização do clube. Nos primeiros meses de gestão, as categorias de base do Leão do Sul já rendem atletas com potencial, que assinaram contrato profissional e estão integradas ao elenco principal neste início de pré-temporada visando o Estadual. São os casos do goleiro Arthur (sub-17), do volante Emmanuel (sub-17), do meia Matheus Campos (sub-20) e do atacante Raí (sub-17). O próximo passo que a diretoria colorada espera dar em 2022 é a entrada para a lista de times que possuem o certificado de clube formador da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Das 34 equipes que possuem o CCF (Certificado de Clube Formador), apenas três são catarinenses: Avaí, Criciúma e Figueirense. No bate-papo com a imprensa na última semana, o diretor de futebol Fernando Gil e o coordenador das categorias de base Fábio Vidal informaram que o Hercílio já está 'juntando a papelada' e trabalhando para cumprir todos os critérios exigidos pela CBF.

O selo atribuído aos clubes formadores tem o intuito de atestar quais clubes brasileiros cumprem os requisitos legais para a formação técnica e social de atletas no Brasil, como alimentação, higiene, segurança e salubridade. O certificado também funciona como proteção indenizatória para os clubes na formação de atletas e permite que as instituições recebam os valores previstos na Lei Pelé. Um destes benefícios é o Mecanismo de Solidariedade da FIFA, que concede até 5% de uma futura venda aos clubes que tenham participado da formação do atleta negociado. Obtendo o selo de clube formador, por exemplo, o Hercílio pode receber futuramente pela venda de vários jogadores. O Portal Infosul. com exclusividade, buscou que o Hercílio teria, por exemplo, direito à fatia de uma futura negociação do atacante Moisés, destaque da Ponte Preta na Série B do Brasileiro, em 2021. Moisés foi revelado pelo Leão em 2019, aos 22 anos, após ser descoberto no futebol amador da região. Na atual janela de transferências, o atacante é apontado como alvo de alguns clubes e pode ser negociado pela equipe paulista.

Natural de Morro da Fumaça, Moisés chegou ao Hercílio após destaque no futebol amador. Foto: Álvaro Jr / Ponte Press

Outra meta do Hercílio Luz para 2022 é iniciar os trabalhos com a categoria sub-15. Nos próximos dias, o clube promove peneiras em Tubarão e São Ludgero para captar atletas nascidos entre os anos de 2005 e 2008. As inscrições foram encerradas no último final de semana. Ainda para o próximo ano, a ideia é que as categorias de base do Leão do Sul não disputem apenas o Campeonato Catarinense de suas respectivas categorias. O clube deve buscar a participação em competições nacionais de futebol de base.

Um dos principais desejos do Hercílio é conquistar uma vaga na Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2023. Para alcançar o objetivo, a equipe colorada precisa terminar o Catarinense Sub-20 entre os quatro primeiros colocado. Na edição deste ano, a equipe comandada pelo técnico André Walter disputou seis partidas, não somou pontos e acabou na lanterna. Avaí, Criciúma, Concórdia e Joinville se classificaram para a Copinha, que inicia no dia 02 de janeiro.

Quatro atletas das categorias de base foram promovidos para o time comandado por Raul Cabral. Foto: Patrícia Amorim | Hercílio Luz