Governo garante recursos para leitos de UTI Covid-19 no Estado

Foto: reprodução | Ilustrativa

Santa Catarina vai manter as vagas em UTI reservadas para receber pacientes com Covid-19, independentemente da ocupação dos leitos. A medida visa a manter o enfrentamento da pandemia, em um momento marcado pelo aumento no número de casos. 

Por meio de uma Nota Informativa, o Ministério da Saúde informou que só pagará os leitos de UTI Covid que comprovarem “produção” e desautorizará automaticamente os que não estiverem operando a partir de 1º de fevereiro. Cada leito custa, para ser mantido, R$ 1,6 mil ao dia. Isso impacta em milhares de reais as unidades hospitalares que enfrentam o Coronavírus e que, se não tiverem as taxas de ocupação pedidas pelo governo federal, sofrerão cortes financeiros.

Diante deste cenário, o governo do Estado decidiu arcar com o custeio dos leitos Covid-19, por entender que a pandemia ainda não terminou e é preciso manter e reforçar os cuidados com investimentos e responsabilidade. No momento, SC conta com 630 leitos contra o Coronavírus, sendo 124 utilizados por pacientes com a doença. 

Hoje, Santa Catarina possui 1.490 leitos ativos de UTI. São 536 leitos disponíveis neste momento para qualquer caso de urgência e 954 ocupados (entre Covid-19 e outras enfermidades).

Clique aqui e siga o perfil do Portal Infosul no Instagram.

Participe do grupo de WhatsApp do Portal Infosul e fique sempre atualizado do que acontece na região: https://chat.whatsapp.com/EhO3X1Z07wbEQ28ZrgkXvs