Emprestado pelo Hercílio Luz, Vini Urbano é o artilheiro da Série B do Catarinense

Foto: Divulgação | Carlos Renaux

Sem competições imediatas após o fim do Catarinense, o Hercílio Luz decidiu emprestar seus jogadores para mantê-los ativos até o próximo mês, quando a equipe colorada disputará a Copa Santa Catarina. Seis jogadores foram cedidos: Eduardo Meurer, Garraty, Matheusinho e Vini Urbano (Carlos Renaux), Wellington (Marcílio Dias) e Lucas Pederzoli (4 de Julho). Um deles é o grande destaque de uma competição conhecida do torcedor colorado e vem se mostrando uma excelente opção ao técnico Raul Cabral a partir de 13 de setembro, quando retornará ao Aníbal Costa.

Emprestado ao Carlos Renaux, o atacante Vini Urbano, de 22 anos, é o artilheiro isolado da Série B do Catarinense com 10 gols marcados em 13 jogos. No último domingo, com dois gols nos acréscimos, o camisa 9 garantiu a virada da equipe de Brusque diante da Caçadorense, no Augusto Bauer, pela 14ª rodada do Campeonato Catarinense.

Vinícius Urbano corre em direção à arquibancada onde estavam a filha Helena e a esposa Francine. Foto: Giullio Rotermel | Carlos Renaux

Presentes no estádio, a esposa Francine e a filha Helena, de 9 meses, deram um fôlego a mais ao atacante. Nos dois gols que marcou, Vinícius Urbano correu em direção à arquibancada, fez coraçãozinho e distribuiu beijos e abraços para suas principais torcedoras, que lhe acompanharam pela primeira vez no Augusto Bauer em 2021. Ao Portal Infosul, o atacante destacou a motivação da esposa e da filha e comentou sobre o seu desempenho na competição:

"Muito feliz pelo momento em que venho vivendo na minha carreira, momento único que pude comemorar com minha esposa e minha filha presentes no estádio. Só elas sabem de toda a minha dedicação e comprometimento que tenho para estar conseguindo esses números na Série B do Catarinense", disse o artilheiro da Série B do Catarinense.

Vinícius Urbano é natural de Laguna, mas iniciou sua trajetória no futebol nas escolinhas de futebol de Capivari de Baixo, onde morou até os 21 anos. Ele ainda passou por uma escolinha de Araranguá, antes de chegar ao Avaí, onde fez sua categoria de base. No Leão da Ilha, se destacou e recebeu oportunidade para atuar fora do país. No 3 de Febrero, do Paraguai, disputou jogos na categoria sub-20 e também no profissional. A chegada ao Leão do Sul aconteceu em 2020 para disputar a segundona catarinense.

Vinícius Urbano comemora gol marcado pelo Hercílio Luz em 2020. Foto: Patrícia Amorim | HLFC

O centroavante foi utilizado em 10 jogos na campanha do acesso e marcou 1 gol. No primeiro semestre deste ano, na elite do futebol catarinense, atuou apenas em uma partida, contra o Avaí, na penúltima rodada. No início do Catarinense, o jogador sofreu uma lesão no tornozelo e testou positivo para a Covid-19, o que lhe fizeram perder espaço e não ter sequência na equipe.