Daniel Frasson faz balanço da Série B e comemora acesso com o Hercílio Luz

Foto: Patrícia Amorim | Assessoria HL Foto: Patrícia Amorim | Assessoria HL

Por Caio Maximiano

O gerente de futebol do Hercílio Luz, Daniel Frasson, concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (14), no Estádio Aníbal Torres Costa. Dentre os vários assuntos abordados na coletiva, o dirigente hercilista destacou sua chegada ao clube, a montagem do elenco, a sua permanência, além da campanha do Leão do Sul na Série B do Catarinense e a busca pelo título.

Confira a seguir os tópicos da entrevista coletiva de Daniel Frasson:

CHEGADA AO CLUBE, MONTAGEM DO ELENCO E BALANÇO DA SÉRIE B:
"Tivemos várias situações dentro do clube. Cheguei aqui no final do ano passado, o Hercílio estava com dificuldade e nós montamos uma base, montamos um grupo de atletas escolhidos à dedo. Um trabalho muito árduo. É difícil hoje você montar uma equipe. O clube te dá uma situação financeira e você tem que ir atrás do jogador certo, dentro daquilo que a gente quer e dentro do orçamento do clube. Fizemos a análise de mais de 60 atletas para trazer ao Hercílio Luz. Felizmente, a gente conseguiu acertar em quase todos. Vivemos um ano de pressão. O Hercílio foi o clube mais prejudicado pela pandemia. Jogamos praticamente 7 jogos com o grupo todo e fomos o primeiro colocado. Com as pressões que existiram e tantas coisas negativas que aconteceram aqui dentro, de pressão, pandemia, a gente se sente um pouco aliviado depois da conquista, sai aquele peso. O mais importante de tudo, é sempre gratificante você conseguir. Com o esforço de todos, todo mundo ganha e teve uma parcela de contribuição no acesso. Temos que parabenizar o grupo, as pessoas envolvidas nesse trabalho, desde as mais simples até o presidente. Fomos um conjunto".

IMPORTÂNCIA DO ACESSO PARA ELE E O CLUBE:
"Mais uma conquista importantíssimo na minha carreira. Uma conquista para qualquer pessoa no meio do futebol é sempre importante e para mim não é diferente. No ano que estivemos aqui se tornou muito mais importante devido a várias situações, pandemia e outras coisas. Sempre importante, é uma coisa que vai ficar marcado para mim e para o clube".

PRÓSPERA, O ADVERSÁRIO DA DECISÃO:
"Perdemos o jogo (fase classificatória), fizemos um primeiro tempo até bom, mas era um jogo diferente. São dois jogos agora. Temos a oportunidade de decidir dentro da nossa casa e sabemos que vamos encontrar uma equipe forte, tanto é que chegou também, em segundo. É não levar isso pra dentro de campo, procurar ter calma, tranquilidade e procurar trabalhar da melhor maneira possível, analisando o adversário, o que teve de errado naquele jogo passado e colocar em prática o melhor pra conseguirmos esse tão sonhado título".

PERMANÊNCIA NO HERCÍLIO LUZ EM 2021:
"Tenho contrato com o clube até dia 31 de dezembro. Até agora ainda não teve nenhum contato da diretoria, têm algumas especulações. Sabemos que o futebol vive de resultado e conseguindo o resultado, obviamente, a gente é sondado. Mas estou muito feliz aqui, gostei muito das pessoas que estão no clube, de trabalhar no Hercílio. A prioridade vai ser o Hercílio Luz, se caso não houver acerto, a gente é profissional, tem que trabalhar, vamos seguir nossos passos e continuar torcendo muito pelo Hercílio Luz, que é um clube que eu aprendi a gostar".

AVALIAÇÃO DO TRABALHO E BUSCA PELO TÍTULO:
"O resultado veio, conseguimos o acesso. É sinal de que o trabalho foi bom e as escolhas foram certas. Agora é brigar por mais um objetivo, acho que não parou por aí. Temos que pensar na frente, no título. Temos dois jogos contra o Próspera pra deixar a torcida do Hercílio feliz e todos nós que estamos dentro desse contexto".

Assista a coletiva, em vídeo, na TV Hercílio: youtube.com/watch?v=OzIUfDo7fH4&feature=youtu.be